TER UM PARENTE DE CABELO CRESPO NÃO TE TORNA MENOS RACISTA

por | 06/04/2021 | Entretenimento

Nas últimas semanas tem se debatido bastante sobre a atitude de um dos participantes da vigésima primeira edição do Big Brother Brasil, edição essa que foi a primeira edição do reality a possuir em sua maioria um elenco de participantes negros de múltiplos pensamentos e com alguns posicionamentos que não foram bem vistos pelo público em geral mas o ocorrido em especial da semana passada e fomentado pelo jogo da discórdia de ontem mostra que uma comunidade de pessoas brancas ditas antirrascistas precisam aprendem não apenas a ouvir mas também a entender que se os negros presentes neste local diz que tal atitude é racista, o posicionamento feito tem que ser repensado e não justificado.

Para aqueles que estão perdidos, no monstro da última semana o participante Rodolfo comparou o cabelo do monstro (dito crespo), ao cabelo do participante João Luiz Pedrosa que ao saber disso ficou sem reação, algo que para aqueles que são negros e já passaram ou passam por transição capilar em busca de suas origens através do cabelo sabe o quanto é doloroso ter que ouvir comentários que para muitos pode parecer apenas uma brincadeira de pesada de tom ácido mas que não só atinge a moral do atacado, renasce traumas passados e novos que somente uma pessoa preta entenderia na sua mais complexa forma.

Mas a situação se tornou mais tensa quando ontem no jogo da discórdia o assunto foi trazido a tona e o mesmo tentou se justificar dizendo que o pai dele possuía cabelo crespo, que ele também possuía mas que estava alisado e ainda disse que zoavam ele por possuir canela fina, dentre todas as barbaridades ditas com o objetivo falho de justificar uma atitude racista que poderia ser repensada e buscado um aprendizado, temos aqui fora um grupo de pessoas na internet (incluindo figuras públicas) que disseram que não foi dado a oportunidade do mesmo aprender porém particularmente eu fui ensinado que só se ensina algo a alguém que está disposto a aprender e quando essa pessoa se trata de uma pessoa rica que possui todos os possíveis acessos e o Google para se informar, educação não é o que falta.

Também a fala problemática de que o pai dele possuía cabelo crespo é algo que se é escutado diariamente por pessoas pretas, como a frase “eu também tenho amigos negros” e caso ninguém tenha notado isso antes (o que é bem difícil), ter parentes que possuem cabelo crespo ou que são negros, não te torna menos racista, você não ganhará uma medalha por tratar tais pessoas como seres humanos, isso é um direito, direito este que é negado a pessoas pretas quando você compara o cabelo dela com uma palha de aço ou quando você diz que prefere o cabelo dela mais definido pelo simples fato de ser mais apresentável esteticamente.

Cá fora, pessoas são racistas todos os dias e um bom número de pessoas ditas antirrascitas espalham pensamentos como o do Rodolfo que foi justificado por um post do pai que infelizmente errou ao dizer que apelidos de cunho racista não o machucavam, estes apelidos devem deixar de existir, não é sobre se te machuca ou não, é que apelidos como esse todos os dias destroem psicológicos e destroem toda uma luta e acreditem: Ela não irá parar até que deixem esses apelidos e comparações racistas.

Também devemos muito bem escolher quais antirrascistas damos palco, muitos por aí não são antirrascistas são apenas caça likes e como vimos muito bem no BBB 21, o cancelamento deles possui cor e direção.

    CONTINUE LENDO

    Aprendizagem Transformadora

    Era a primeira vez que eu estava propondo um trabalho em dupla, a quem chamarei apenas de pessoa.  Achei que formávamos uma parceria perfeita, mas, senti seu desconforto quando me evitou, dando uma desculpa esfarrapada para cair fora. Sim, aquela pessoa a quem eu...

    DANCING WITH THE DEVIL – RESENHA

    DANCING WITH THE DEVIL – RESENHA

     Demi Lovato é uma artista norte americana que dedicou às últimas décadas da sua vida a falar e inspirar jovens do mundo todo (diretamente ou indiretamente) sobre a busca do cuidado para a saúde mental e a busca do tratamento para vícios em drogas mas para Demi Lovato...

    POR QUE VOCÊ TEM MEDO DO AMOR?

    Por muito tempo eu achei que o amor não era para mim sabe? Não por não ter amor dentro de casa, eu fui e ainda sou muito amado por meus familiares, chego até pensar que sou amado demais por eles. Mas a minha luta com o amor é uma guerra de longas datas, acredito que...

    Sobre um Tcc e a arte do Viver

    Talvez eu não consiga  Talvez eu até consiga  Talvez fique mal feito  Talvez fique mais ou menos  Talvez fique incrível  Talvez fique bom e eu não goste  Talvez fique e eu goste  mas eu realmente só vou saber se for lá e tentar  Isso é o que realmente importa no...