DANCING WITH THE DEVIL – RESENHA

por | 23/03/2021 | Entretenimento

 Demi Lovato é uma artista norte americana que dedicou às últimas décadas da sua vida a falar e inspirar jovens do mundo todo (diretamente ou indiretamente) sobre a busca do cuidado para a saúde mental e a busca do tratamento para vícios em drogas mas para Demi Lovato essa luta apesar de parecer ser fácil para quem está do lado de fora não foi e não é nada fácil ou apenas simples.
 No ano de 2018 a mesma sofreu uma overdose por heroína que ocasionou em três derrames, uma parada cardíaca, perdeu a visão em pontos e segundo seus médicos, a mesma só possuía de 5-10 minutos de vida, alguns destes detalhes muitos não sabiam e só vieram descobrir após a divulgação do lançamento do documentário “Dancing With The Devil” que tem como objetivo mostrar os eventos anteriores e posteriores ao fatídico ocorrido em julho de 2018, contar a verdade que muitos tabloides insistem em distorcer e outras verdades que muitos costumam ignorar.
 O Doc série é uma viagem pela parte mais sombria da trajetória de Demi Lovato enquanto artista e enquanto pessoa, artista essa que sofreu desde criança situações que não deveria ter vivido e que foi empurrada na parcela da população que se torna pop star cedo demais, pessoa essa que aprendeu a esconder feridas para não machucar os familiares e os fãs, fãs esses que por muitas vezes são ríspidos com ela e que por vezes esquecem que Lovato já é uma mulher independente.
Enquanto se assiste o documentário é possível ver algumas partes da vida de Demi, suas fragilidades e algumas coisas nunca mostradas como por exemplo a pessoa que em 2018 encontrou-a desacordada, ligou para o hospital e que conseguiu salvar a vida de Demi.
 Dancing With The Devil é um documentário pesado, com algumas partes que podem gerar gatilhos em muitas pessoas mas para aqueles que amam viver na internet xingando o outro sem nem ao menos pensar na sua saúde mental, é um documentário necessário, na verdade, é um documentário necessário para todos que consomem conteúdo na internet. O doc séries é uma demonstração viva de tudo aquilo que está por trás do mundo da fama, algo que sempre vangloriam como álcool, drogas e uma liberdade que por vezes é ilusória ou nem existe.
 Nos relatos dos familiares, amigos e da própria Demi podemos notar que o contato extremamente próximo que a mesma obteve com seus fãs se tornou uma pista de mão dupla, ao mesmo que era benéfico, não era. Tal aproximação levaram os fãs a acharem que Lovato sempre é o ícone que demonstra ser e os fizeram esquecer que assim como todos, Demi é humana e comete erros mas que o medo de cometer erro se torna cada vez mais prejudicial quando se tem uma equipe abusiva e se tem os olhares de milhões de fãs a sua volta.
 Dancing With The Devil é um dos melhores documentários lançados pelo YouTube nos últimos anos e em seus primeiros episódios demonstra a força que a história de Demi Lovato tem sobre todos, demonstra como Lovato trilhou desde criança a maior dança com o diabo, ou como diz Katy Perry em uma das suas músicas com o mesmo nome: “É uma luta mercurial”.
 Dancing With The Devil ainda terá novos episódios disponíveis no canal do YouTube da Demi Lovato e é uma ótima escolha para se conhecer a artista com uma das vozes e uma das histórias mais potentes e inspiradoras do nosso século, Dancing With The Devil é a demonstração daquilo que fingimos não ver, é a demonstração que nem sempre elevar humanos a cargos de divindades é benéfico principalmente para o lado que é elevado. O documentário está disponível no Youtube Premium.

 (Foto: SB project, OBB, Michael D. Ratner)

    CONTINUE LENDO

    Aprendizagem Transformadora

    Era a primeira vez que eu estava propondo um trabalho em dupla, a quem chamarei apenas de pessoa.  Achei que formávamos uma parceria perfeita, mas, senti seu desconforto quando me evitou, dando uma desculpa esfarrapada para cair fora. Sim, aquela pessoa a quem eu...

    POR QUE VOCÊ TEM MEDO DO AMOR?

    Por muito tempo eu achei que o amor não era para mim sabe? Não por não ter amor dentro de casa, eu fui e ainda sou muito amado por meus familiares, chego até pensar que sou amado demais por eles. Mas a minha luta com o amor é uma guerra de longas datas, acredito que...

    Sobre um Tcc e a arte do Viver

    Talvez eu não consiga  Talvez eu até consiga  Talvez fique mal feito  Talvez fique mais ou menos  Talvez fique incrível  Talvez fique bom e eu não goste  Talvez fique e eu goste  mas eu realmente só vou saber se for lá e tentar  Isso é o que realmente importa no...