“A educação no Brasil” é um título clichê? 

por | 18/02/2021 | Cultura e arte

Preciso partir da etimologia: 
‘Educação’: «lat[im] educatĭo,ōnis, “ação de criar, de nutrir; cultura, cultivo”». [Fonte: Dicionário Eletrônico Houaiss]
 
É imprescindível analisar entre os assuntos abordados na nossa sociedade atual a trajetória da educação e a forma como ela se constitui no Brasil. Existem grandes parâmetros em nossa legislação brasileira que condicionam-na, contudo, percebe-se que pouco se vê na prática dentro de um ideal de educação que é preestabelecido. As pessoas pensam mais em dar atenção a uma apostila ou a um escritor que trate da educação no papel, que condiz com o currículo formal, do que a um educador que convive com o educando e compartilha de suas experiências escolares e culturais.
 
Por que há uma proliferação de educadores sem amor ou dedicação ao seu ofício? Respondo-vos: por haver mais “ibope” para aquele que governam e trazem uma pequena verba para tapar um buraco (perdão a minha professora de Língua Portuguesa pela construção dessa frase); por existir alguém com um discurso popular que todos querem ouvir a respeito de crianças mal-educadas, que são indisciplinadas e merecem pulso firme; por aqueles cinquenta reais em tempos de politicagem dados à alguém que precisa e uma cesta básica; por aquele trabalho considerado medíocre que conseguimos na época de “crise” (a crise que nunca tem fim…); por haver uma má formação de equipe na escola; porque ao passar no concurso e ser chamado para aquela vaga é um “privilégio”; porque é mais fácil… Mais fácil ser um “copia e cola”, do que ter criatividade e empenho.
 
O reconhecimento? Educadores não o recebem e por isso se formam para os seus trabalhos com base em capital, facilidade para aposentadoria (posso inserir aqui: “eles tem três férias por ano!!!”) ou seguir o padrão de professor estipulado por sua localidade e baseados em uma frígida, fútil e inconstante teoria; Teoria onde Watson (Behaviorismo) e Vygotsky (linha sócio histórica) se fundem com uma enorme facilidade e se complementam (o que nunca aconteceria com bases fundamentadas de verdade) em uma “teoria” esplêndida de um monte de “charlatanice” misturada e heterogênea.
 
Políticos/empresários do tipo “padrão” de cinco minutos, são ouvidos ao citar baixinho Paulo Freire, Montessori e Marx, enquanto professores que aplicam o método com embasamento e construção, gritam as massas e não são notados em suas súplicas…
 
 
Texto Original:  Principiadora na Escrita, Layla Gonçalves

    CONTINUE LENDO

    Aprendizagem Transformadora

    Era a primeira vez que eu estava propondo um trabalho em dupla, a quem chamarei apenas de pessoa.  Achei que formávamos uma parceria perfeita, mas, senti seu desconforto quando me evitou, dando uma desculpa esfarrapada para cair fora. Sim, aquela pessoa a quem eu...

    DANCING WITH THE DEVIL – RESENHA

    DANCING WITH THE DEVIL – RESENHA

     Demi Lovato é uma artista norte americana que dedicou às últimas décadas da sua vida a falar e inspirar jovens do mundo todo (diretamente ou indiretamente) sobre a busca do cuidado para a saúde mental e a busca do tratamento para vícios em drogas mas para Demi Lovato...

    POR QUE VOCÊ TEM MEDO DO AMOR?

    Por muito tempo eu achei que o amor não era para mim sabe? Não por não ter amor dentro de casa, eu fui e ainda sou muito amado por meus familiares, chego até pensar que sou amado demais por eles. Mas a minha luta com o amor é uma guerra de longas datas, acredito que...

    Sobre um Tcc e a arte do Viver

    Talvez eu não consiga  Talvez eu até consiga  Talvez fique mal feito  Talvez fique mais ou menos  Talvez fique incrível  Talvez fique bom e eu não goste  Talvez fique e eu goste  mas eu realmente só vou saber se for lá e tentar  Isso é o que realmente importa no...